Skip to main content

Representante da CPT aponta submissão de Flávio Dino ao grande capital

Da Agência Tambor
Por Danielle Louise
14/03/2020

A Comissão Pastoral da Terra do Maranhão (CPT-MA) renunciou, recentemente, por meio de carta pública, a Comissão Estadual de Prevenção à Violência no Campo e na Cidade (COECV), tendo sido uma das quatro entidades da sociedade civil eleitas pelo Fórum Maranhense de Direitos Humanos. Ela integrava a COECV desde o ano de sua criação, pelo governo Flávio Dino, em 2015. 

Para falar sobre o tema, o padre Flávio Lazzarini, membro da CPT-MA, conversou com os jornalistas Emilio Azevedo e Flávia Regina no Radiojornal Tambor, desta quinta-feira (12).

O padre explicou que a Pastoral é uma entidade que tenta, em seus mais de 40 anos, ser fiel ao “Deus dos pobres e aos pobres de Deus”. Isso diz respeito a espiritualidade e à missão da CPT. No entanto, segundo Fávio Lazzarini, algumas ações  do governo de Flávio Dino contradizem o discurso do governador em relação ao direitos humanos.  

“Mais uma vez os povos originários, os quilombolas, as comunidades tradicionais, estão sofrendo nas investidas do Capital e do Estado”, enfatizou o religioso. 

O clérigo destacou como contradições, o tratamento dado à Comunidade do Cajueiro e sua população de origem quilombola. O governo estadual exerceu um papel autoritário, segundo a CPT-MA, nos procedimentos relacionados à reintegração de posse,  ocorrida em 2019, na comunidade.

“O Cajueiro é simplesmente um elemento visível da geografia do ecocídio e etnocídio, perpetuados pelo Capital com aliança do governo do estado (do Maranhão). Faz parte de um grande projeto”, indicou o padre. 

Na carta de renúncia, a CPT-MA ressaltou que continuará a cobrar a atuação do governo de Flávio Dino diante dos povos e comunidades tradicionais, dos camponeses. 

O padre Flávio Lazzarini também apontou que é algo comum a relação do desenvolvimento com Capital. E no Maranhão se trata de uma violência colonialista. 

“Quando o governo casa com desenvolvimento capitalista, de uma forma mais ou menos arbitrária, pratica violência contra os pequenos no campo e na cidade”, denunciou Lazzarini

 

Ouça a entrevista completa em nosso TamborCast:

https://open.spotify.com/episode/50UnMSSKgthOiQfiFcy9MO?si=1rAH48J8SHKSJgnMaDtw1Q

 

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x

Acesso Rápido

Nossas Redes

Mais buscados