Skip to main content

Covid-19: Maranhão tem testagem insuficiente

Da Agência Tambor
Por Danielle Louise
26/01/2021

Foto: divulgação

O governo do Maranhão adotou novas medidas para o combate ao novo coronavírus. O secretário de Saúde, Carlos Lula, anunciou em coletiva nesta segunda-feira, 25, a redução de 50% do número de cirurgias eletivas e consultas ambulatoriais durante 14 dias em toda rede estadual de saúde. O Comitê de Operações de Emergência também ficará suspenso no mesmo período.

Outra ação que também foi colocada como medida preventiva, seria a proibição de eventos, de até 150 pessoas, por 14 dias, que começaria nesta terça-feira, 26. Mas, após manifestações do setor, horas depois do anúncio, a Secretaria de Saúde do Maranhão voltou atrás e Carlos Lula afirmou, em redes sociais, que por ora a suspensão das festas não será feita.

“Diante das manifestações do segmento de eventos, resolvemos, por ora, não adotar a medida de suspensão de pequenos eventos que se iniciaria amanhã. Dialogaremos com os envolvidos e o Ministério Público ao longo da semana para deliberar sobre o assunto”, escreveu o secretário no Twitter.

A decisão final sobre a realização ou não destes eventos, passará pelo Ministério Público do Maranhão.

No entanto, apesar da liberação de festas com até 150 pessoas, a Portaria nº 55, que trata de eventos de pequeno porte em todo o estado, continua em vigor, e eventos de Carnaval, públicos ou privados, estão proibidos de serem realizados no Maranhão.

O governo estadual também certificou o reforço nas fiscalizações da Vigilância Sanitária para conter aglomerações.

“Destaco a essencialidade das medidas preventivas: a suspensão das festas de Carnaval, tanto em ambientes públicos e privados”, ressaltou o governador Flávio Dino.

Além disso, ele também frisou a importância do uso das máscaras como combate à disseminação do vírus.

“Vamos voltar a sublinhar a inafastabilidade do uso das máscaras em locais públicos, porque além de proteger contra o novo coronavírus, o seu uso ajuda a prevenir outras síndromes gripais que marcam esse período de chuvas no Maranhão”, evidenciou o governador.

Aumento de casos

Carlos Lula também destacou que o aumento de casos de Covid-19 no Maranhão, está mais expressivo entre os jovens e pessoas de meia idade. Segundo ele, a maior parte deste perfil de infectados é do sexo masculino entre 50 a 65 anos, com ou sem comorbidades, ativos no mercado de trabalho. O outro grupo é de jovens de 24 a 35 anos também sem comorbidades.

Ambos os grupos apresentam quadros clínicos moderados a graves.

“Hoje, mais de 10% dos leitos de UTI do Hospital Carlos Macieira estão com pacientes que não tem 35 anos de idade em situação grave, sem comorbidade, jovens entubados. O cenário nos leva a tomar as providências que forem necessárias”, ressaltou o secretário.

O número de ocupações em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em São Luís chegou a 82,88% até o fechamento da reportagem. Já os leitos em enfermaria atingiram 71,85%.

Em Imperatriz, o município está a beira do colapso, com a UTI contabilizando quase o total máximo de ocupações, 93,75%. Já os leitos na enfermaria 46,91%. Nas demais regiões do Maranhão, a Secretaria de Saúde informou que há 33,78% de ocupações na UTI e 13,03% na enfermaria.

“As cidades de São Luís, Santa Inês, Pinheiro, Balsas e Imperatriz atingiram taxas críticas de ocupação de seus leitos, o que não se via há muito tempo. Dados da regulação apontam que o número de leitos solicitados, sejam de UTI ou de enfermaria, remete a dados que tínhamos no mês de junho do ano passado”, disse Carlos Lula.

O governador Flávio Dino destacou que está ampliando o número de leitos exclusivos para a Covid-19 na rede estadual de saúde.

“Vamos entregar nos próximos dias a ampliação de leitos de UTI na cidade de Imperatriz, a nova policlínica de Açailândia e mais 50 leitos no hospital Aquiles Lisboa em São Luís”, informou o governador.

Testes no Maranhão 

Até o fechamento da reportagem, o Maranhão registrou 205.621 casos confirmados do novo coronavírus em todo o estado. Entre eles, 6.648 ativos – com 5.931 em isolamento domiciliar, 392 internados em enfermaria e 325 em leitos de UTI no total. Os óbitos por Covid-19, contabilizam 4.653.

No último Boletim epidemiológico da SES (Secretaria de Estado da Saúde) divulgado nesta segunda-feira, 25, São Luís apresentou 18 novos casos, Imperatriz 17 e as demais regiões do estado, 105.

No entanto, com dados levantados pela Agência Tambor, o número de testes realizados pelo governo do Maranhão têm sido inferior para a detecção de pessoas infectadas pelo novo coronavírus no estado.

O total de testes realizados pela Secretaria de Saúde do Maranhão chegou a 498.091. No auge da crise sanitária, em junho de 2020, a SES contabilizou 7.585 exames diários. Quando comparado ao início de 2021, foram feitas apenas 48 no dia dois de janeiro.

Apenas em cinco dias do mês janeiro, o governo estadual testou mais de 1.000 pessoas no dia. Na segunda-feira, foram testadas 800. Os números de testes são insuficientes para indicar novos casos, que podem ter sido contraídos nas festas de fim de ano.

Com estes dados é possível observar como o governo do estado não realiza testagem em massa recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o que prejudica o combate ao vírus e a disseminação da doença pelos municípios.

Vacinação

O governador Flávio Dino informou nesta segunda-feira, 25, a ampliação da vacinação contra Covid-19, incluindo, como grupo prioritário da fase atual da campanha, pacientes em tratamentos de quimioterapia, radioterapia e/ou hemodiálise.

No fim de semana, o Maranhão recebeu 48.500 doses da vacina Oxford/AstraZeneca.

O prefeito de São Luís, em entrevista nesta terça-feira, 26, declarou que as vacinas recebidas serão destinadas aos profissionais de saúde que ainda não se imunizaram e que pretende já incluir, nesta etapa, os idosos de mais de 75 anos. Na Capital, mais de 9 mil pessoas já foram vacinadas. Em todo Maranhão, o total é de 22. 798 até o fechamento da reportagem.

 

 

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x

Acesso Rápido

Nossas Redes

Mais buscados