Skip to main content

Centro de Cultura Negra do Maranhão está 42 anos fortalecendo a luta por igualdade racial.

Do CCN
16/09/21

Liberdade, luta e cidadania: faremos Palmares de novo

De 17 a 25 de setembro, o Centro de Cultura Negra do Maranhão (CCN) realizará atividades alusivas ao seu quadragésimo segundo aniversário. A mais antiga organização do movimento negro no Maranhão é referência nacional, tendo um importante papel sociopolítico no processo de cidadania da população negra brasileira, influenciando, inclusive, na elaboração da Constituição Federal para garantir o direito de território aos quilombolas.

São décadas de atuando na missão de “conscientização político-cultural e religiosa para resgatar a identidade étnica cultural e autoestima do povo negro viabilizando ações que contribuam com a promoção de sua organização em busca de cidadania, combatendo todas as formas de intolerância causada pelo racismo, promovendo os direitos da população negra do Maranhão”.

Programação

O início das comemorações acontece nesta sexta(17) na sede do CCN, no João Paulo, com a realização de um ato solene seguindo de um grande sarau com participações de grupos e artistas negros e negras da música, teatro e dança: Dj Pedro Sobrinho, Mandigueiros do Amanhã, Anastácia Lia, Paulinho Akomabu, Erivan Neri, Robinho, Debs poeta, Carlão rastafari , Joãozinho Ribeiro, Lilian Lima, Lucia Gato, Zumbi Bahia, Elizeu Cardoso, Dicy, Elizete Campos, Bigorna Trompete, Tadeu de Obatalá e Célia Sampaio.

Outra atividade é a realização da Roda de Diálogo, – Encontro com a Juventude Negra, sábado(18), também na sede do CCN reunindo lideranças, jovens militantes e estudantes. A Roda terá um formato dinâmico e será protagonizada por jovens que trarão as discussões sobre a situação da juventude negra, preconceito e política entre outros temas.

Domingo(19) é dia do tradicional corte do bolo ao som de Grupo Filhos de Nanã, Grupo GDAM, Bloco Ominirá, Grupo de Dança Afro Abanja, e Bateria Afro Akomabu com seus cantores cantora e convidados.

E fechando as celebrações será realizada uma Ação Social voltada para a comunidade do João Paulo, no dia 25 de setembro das 9h às 16h, com serviços de saúde.

Mais sobre o CCN

O Centro de Cultura Negra do Maranhão (CCN) é uma organização não governamental, fundada por um grupo de negros e negras preocupados com a situação étnica no Maranhão e no Brasil. Ao longo dos seus 42 anos, desenvolveu diversas ações de caráter político, social, cultural, religioso, educacional e profissionalizante como instrumento de resgate e valorização da cultura afrobrasileira.

O CCN impulsionou avanços no campo das políticas públicas como a criação do Conselho Municipal das Populações Afrodescendentes de São Luís (Comafro) e a Secretaria Extraordinária de Igualdade Racial do Maranhão.

A busca pela garantia dos direitos humanos sempre foi entendida pelo CCN vinculada a outros direitos como a cultura e a comunicação. Por isso sua intervenção não se restringe às questões étnicas, mas também faz interface com outros diretos.

O CCN destaca-se como uma organização de formação e articulação. Além de executar projetos de atendimento, realiza seminários temáticos, palestras e encontros para o fortalecimento da organização política e social de organizações sociais da capital, líderes comunitários e grupos quilombolas, entre outros.

Os direitos infanto-juvenis sempre fazem parte das ações da entidade, a exemplo de: Curso Pré-Vestibular “Negros em Ação” – que busca oportunizar a preparação de negros(as) e pessoas de baixa renda para ingressar no ensino superior e incentivar o desenvolvimento intelectual e a qualificação profissional; Projeto “Os projetos “Akô Erês” e “Sonho dos Erês”– com crianças e adolescentes do entorno da sede da entidade que oferece oficinas educativas, artísticas, culturais e profissionalizantes (Grafite, Confecção de Instrumentos Afro e Estamparia em Tecido); Programa de Erradicação de Trabalho Infantil (PETI); projeto CRER (Capacidade, Responsabilidade, Empoderamento e Realização) de incentivo ao protagonismo e profissionalização; Projeto Arte Erê, aulas de artes visuais, música e dança com crianças e adolescentes.

Mais informações:

Airton Ferreira – Membro da coordenação geral do CCN, ativista e militante dos direitos humanos. +55 98 8175-6972

Elizete Campos – Militante, dançarina, produtora cultural e educadora social CCN. +55 98 8841-0979

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x

Acesso Rápido

Nossas Redes

Mais buscados