Skip to main content

Fóruns e Redes de Cidadania na luta pela democratização da terra

Foto: Reprodução

Nesta quarta-feira (15), o Jornal Tambor entrevistou Marlon Barros, enfermeiro de Saúde da Família e militante social que falou sobre os Fóruns e Redes de Cidadania do Maranhão.

(Veja abaixo, no final desse texto, em nosso canal no YouTube, a entrevista de Marlon ao Jornal Tambor)

O movimento atua há cerca de 14 anos no Maranhão opera hoje em 12 municípios, agregando diversas bandeiras, além da agrária.

“A questão agrária ainda caracteriza a desigualdade no Brasil, porque nunca foi feita a reforma agrária”, apontou ele.

O militante social destacou que os Fóruns se articulam principalmente na Baixada Maranhense, no Baixo Parnaíba e no Vale do Itapecuru, onde a violência no campo cresce atualmente por conta da soja, eucalipto e outras formas do agronegócio que é nocivo aos camponeses.

De acordo com Marlon Barros, a questão ideológica de Bolsonaro influencia ainda mais os conflitos no campo e desenvolve um conceito de ódio aos camponeses. Ele explicou que esse pensamento construído tem uma grande repercussão nas comunidades mais distantes.

O entrevistado falou também sobre os conflitos que estão se intensificando na região de Itapecuru-Mirim e nos municípios do entorno, caso da comunidade de Cheiroso. Por essa razão, o 12º Encontro Estadual dos Fóruns e Redes de Cidadania que acontece, nesta sexta-feira (19/12), será na cidade de Itapecuru.

(Veja abaixo, a edição completa do Jornal Tambor, com a entrevista de Marlon) 👇🏾👇👇🏿

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x

Acesso Rápido

Nossas Redes

Mais buscados