Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

whatsapp-image-2019-08-13-at-09-18-54
No comando: Inscrição para o debate “Comunicação, democracia e desigualdade social”.

Das 17h às

Flávia Regina
No comando: Jornal da Tambor

Das 11:00 às 12:00

UFMA mobilizada: professores e alunos fazem ato contra Future-se

Compartilhe:
Foto: Reprodução

Via: Giovana Kury/Agência Tambor

Professores da UFMA estão mobilizados contra o Future-se, programa do Ministério da Educação do Governo Bolsonaro. Docentes da APRUMA, seção sindical do ANDES, organizaram para esta quarta e quinta feira (2 e 3 de outubro) uma plenária e um ato dentro na universidade, e convocam todo o corpo acadêmico para participar.

A programação conta com uma plenária na Ágora do CCET às 16h30 desta quarta-feira (2) com o tema ‘Entendendo o Future-se’; e, na quinta (3), com um Ato ‘em Defesa da Educação e contra o Future-se’, às 16h, em frente ao prédio Paulo Freire. A entrevistada desta quarta pela Rádio Tambor, professora Denise Bessa, explica que faz parte de um movimento nacional: “a ideia é que se faça atividades internas, dentro das instituições, e atividades de rua”.

Chamada ’48 horas em defesa da Educação Pública e da UFMA’, a paralisação acontece após professores tentarem, sem sucesso, convocar o Conselho Universitário (Consun) para discutir o programa federal. “A reitora teria 15 dias para convocar. Esse prazo se encerra hoje (2). A ideia de terminar o ato de amanhã em frente à reitoria tem a ver com isso: pressionar a administração superior para a convocação do Consun”, explicou a professora.

Hoje, há 26 Universidades Federais em todo o país que já deliberaram contra o Future-se. A UFMA não é uma delas. Por isso, os professores contam com o corpo estudantil para participar da plenária e da manifestação. “São questões que vão atacar diretamente o desenvolvimento da nação. Mas esse governo parece ter outras prioridades, infelizmente”, desabafa a docente.

Deixe seu comentário: