Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

whatsapp-image-2019-08-13-at-09-18-54
No comando: Inscrição para o debate “Comunicação, democracia e desigualdade social”.

Das 17h às

Flávia Regina
No comando: Jornal da Tambor

Das 11:00 às 12:00

Sampaio é campeão maranhense

Compartilhe:
whatsapp-image-2021-05-23-at-10-32-11
Da Agência Tambor
Por Emilio Azevedo
23/05/2021
Foto: Site do Sampaio Corrêa

É festa da torcida de um dos times de maior tradição do futebol brasileiro! É foguetório no Maranhão! O Sampaio Corrêa conquistou hoje o título de campeão maranhense de 2021.

A Bolívia Querida venceu por 3 x 1 o Moto Clube, seu principal rival, na final do campeonato estadual.

O jogo de hoje foi o segundo da decisão. No domingo passado, o Sampaio já havia vencido o time motense por 1 x 0.

Na decisão desse domingo, o Sampaio abriu o placar aos 15 minutos, com um gol do meio campista Ferreira, em chute de fora da área.

Com o Sampaio jogando pelo empate, o Moto começou o jogo no ataque e chegou pelo menos duas vezes com o inquieto atacante Negueba.

A opção tática do técnico motense Júnior Amorim foi infeliz. O time rubro negro deu espaço ao Sampaio que, tendo um melhor nível técnico, logo começou a ameaçar nos contra-ataques.

Com o primeiro gol do Sampaio, o Moto sentiu e a Bolívia passou a dominar o jogo, até com relativa facilidade.

O segundo gol do Sampaio veio aos 31 minutos do primeiro tempo, após o goleiro Joanderson do Moto cometer um pênalti. O atacante Ciel cobrou e fez dois a zero.

Belos gols

No segundo tempo, o Moto Clube voltou novamente se atirando ao ataque, mas sem conseguir ameaçar o gol do goleiro boliviano.

O Sampaio voltou tranquilo e, aos 15 minutos, em mais um contra-ataque, o atacante Pimentinha – que é um craque – fez o terceiro gol. Um golaço, que sacramentou a vitória e o título!

O Moto, no entanto, foi brioso e seguiu lutando, honrando a gloriosa camisa do clube. Até que, os 28 minutos, o zagueiro Wanderson, com uma bela cabeçada, diminuiu para o Papão do Norte.

Ao final, Sampaio 3 x 1 no Moto. Com a vitória a Bolívia se torna bicampeã, já que também foi campeã em 2020. É o trigésimo quinto estadual da Bolívia, o maior vencedor da história desse tradicional campeonato

E o técnico boliviano, o português Daniel Neri, também conquista seu segundo título estadual consecutivo. Ele foi campeão pernambucano de 2020, dirigindo o Salgueiro, chegando a frente do Sport do Recife, Náutico e Santa Cruz.

O Sampaio Corrêa vai agora para a Série B do campeonato brasileiro, com a torcida sonhando com um acesso para a Série A. E o Moto vai para Série D, também buscando um acesso.

Deixe seu comentário: