Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

whatsapp-image-2019-08-13-at-09-18-54
No comando: Inscrição para o debate “Comunicação, democracia e desigualdade social”.

Das 17h às

Flávia Regina
No comando: Jornal da Tambor

Das 11:00 às 12:00

Policial denuncia tortura, humilhação, trabalho escravo e assédios na PM-MA

Compartilhe:
policia

Da Agência Tambor
28/09/2021

“A instituição me adoeceu, tive crise de ansiedade, depressão e tentei o suicídio”. A afirmação é da soldada Tatiane Alves, integrante da Polícia Militar do Maranhão, em entrevista concedida ontem (27), ao Jornal Tambor.

(VEJA ABAIXO, EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE, A EDIÇÃO COMPLETA DO JORNAL TAMBOR, INCLUINDO A ENTREVISTA DE TATIANE ALVES. A MESMA ENTREVISTA TAMBÉM ESTÁ ABAIXO, NA PLATAFORMA SPOTIFY).

Tatiane Alves, que também é estudante de Direito, ganhou visibilidade por ter sido recentemente presa a mando de um oficial da PM do Maranhão. No Jornal Tambor, ela deu sua versão sobre o incidente. Mas independente da entrevista, nossa Agência começou a apurar os fatos e há, realmente, indícios de abuso de poder e assédio moral.

Antes dessa prisão, Tatiane já moveu uma ação onde denunciou ter sofrido assédio sexual, que teria sido cometido por um oficial da PM, na cidade de Imperatriz.

Na entrevista, Tatiane fala de episódios que ela viveu e de outros que ela testemunhou. E ela diz que, em algumas situações, “os PMs do Maranhão passam por situações análogas ao trabalho escravo”.

Em um dos exemplos, ela disse que um rapaz desmaiou de dor, após ser submetido a um “treinamento”.

Em outro caso, Tatiane diz que entregaram uma folha em branco, que circulou numa reunião com dezenas de soldados iniciantes. Após a circulação do papel, teria vindo a pergunta do comando militar: “o que vocês estão vendo nessa folha?”. Diante do papel sem qualquer escrito ou ilustração, eles respondem: “nada”. Em seguida, viria explicação dos oficiais: “nessa folha, estão os direitos de vocês”.

As denúncias de Tatiane são graves. Em off, diferentes PMs nos dizem que ela não estaria falando nenhuma novidade. O problema, que passa por uma formação ultrapassada e reflete no próprio comportamento de muitos Policiais junto a sociedade, expõe a importância do debate sobre a desmilitarizacão das polícias no Brasil, assunto ainda pouco conhecido em nosso país.

A versão do comando da PM-MA

No início da tarde de ontem (27), fizemos contato com representantes da Polícia Militar do Maranhão. Passamos o conteúdo da entrevista, até porque, como todas as outras que fazemos diariamente, ela seguirá disponível, em nosso canal no YouTube.

Perguntamos se a instituição gostaria de se manifestar. Até o momento, não obtivemos uma resposta. As denúncias são graves!

📺 Logo abaixo está o Jornal Tambor, transmitido pelo nosso canal no YouTube, com entrevista de Tatiane Alves. 👇🏿👇👇🏾👇🏻

https://youtu.be/Hf6IvjGXqcM

🎧 Ouça também, abaixo, pela plataforma Spotify, a entrevista da soldada Tatiane Alves para o Jornal Tambor

Deixe seu comentário: