Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

whatsapp-image-2019-08-13-at-09-18-54
No comando: Inscrição para o debate “Comunicação, democracia e desigualdade social”.

Das 17h às

Flávia Regina
No comando: Jornal da Tambor

Das 11:00 às 12:00

Mané Vive! FETAEMA presta homenagem a Manoel da Conceição

Compartilhe:
img-20210920-wa0226

Da Agência Tambor
20/09/21

“A família de Mané é a classe trabalhadora”. A afirmação é de Manoel Santos, filho do educador, sindicalista, lider de trabalhadores rurais e doutor honoris causa da UFMA, Manoel da Conceição.

Ele disse isso no último sábado (18/09), num ato provido pela Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Maranhão (FETAEMA), em homenagem a Manoel, uma celebração que marcou o primeiro mês do seu falecimento.

(VEJA ABAIXO, NO YOUTUBE, A ÍNTEGRA DESSE ATO)

O evento foi virtual. Começou às 17h e encerrou às 19h50. O ato lembrou que Manoel da Conceição foi o fundador do primeiro sindicato de trabalhadores rurais do Maranhão, em 1961, em Pindaré Mirim.

A presidenta da FETAEMA, Angela Silva, na condição de anfitriã, foi a primeira a falar, lembrando “a luta de Manoel da Conceição em favor da vida”.

O ato foi conduzido por Rosmari Barbosa Malheiros, Secretaria Geral da FETAEMA. Após a fala de Angela, fizeram uso da palavra outras lideranças sindicais, dirigentes do MST, do PT, quebradeira de coco, além de dois parlamentares, os deputados federais Bira do Pindaré e Ze Carlos, e do padre Chagas, ligado às pastorais sociais da Igreja Católica.

Assim como Angela Silva, todos citaram a relação de Manoel da Conceição com a luta em favor da democracia, de toda perseguição que ele sofreu na ditadura, de sua participação na fundação do PT, da CUT, do MST e de sua ação na formação de cooperativas, em defesa do meio ambiente, de seu trabalho com formação política, especialmente no Centro de Educação e Cultura do Trabalhador Rural (CENTRU). A luta pela terra, em favor da classe trabalhadora e da agricultura familiar foi evidentemente destacada.

Um dos últimos a falar foi Manoel Santos, que se manifestou em nome da família. Ele contou fatos importantes da vida de Manoel da Conceição, citando a relação direta que ele teve com figuras como Margarida Alves, Padre Josimo e Chico Mendes. Ele também falou do debate sobre a criação do
Instituto Manoel Conceição.

Na fase final do ato, Rosmari leu uma bela poesia que César Teixeira fez, há alguns anos, em homenagem a Mané.

No encerramento, usaram a palavra Angela Silva e Padre Chagas, que falaram em dar prosseguimento a luta de Manoel da Conceição. O ato foi encerrada, com o músico Chico Nô cantando Oração Latina.

Veja abaixo a íntegra do ato, promovido pela FETAEMA, em homenagem a Manoel da Conceição. 👇👇🏾👇🏿

https://youtu.be/G2eB_jppz-c

Deixe seu comentário: