Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

whatsapp-image-2019-08-13-at-09-18-54
No comando: Inscrição para o debate “Comunicação, democracia e desigualdade social”.

Das 17h às

Flávia Regina
No comando: Jornal da Tambor

Das 11:00 às 12:00

Coronavírus: Estado precisa conter algumas  Igrejas 

Compartilhe:
images-1

Da Agência Tambor
Por Danielle Louise
19/03/2020

Os jornalistas Emilio Azevedo e Flávia Regina Melo debateram, nesta quinta-feira (19), sobre concentração de pessoas nas igrejas, em oposição às políticas de contenção do novo coronavírus (COVID-19) no Brasil. 

Ressaltando o respeito a fé das pessoas, os dois jornalistas destacaram que muitas igrejas e templos religiosos seguem fazendo celebrações, em São Luís, aglomerando pessoas e colocando a população em risco.

Há diversos relatos de cultos e missas sendo realizadas na capital maranhense. E isto vai contra a determinação da Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde brasileiro, que tentam conter a expansão do vírus.

No Maranhão, segundo o governo estadual, há 205 casos suspeitos. Até a última atualização não há nenhum confirmado. No Brasil, já existem mais de 600 pessoas infectadas e seis mortes. 

O governador Flávio Dino já decretou suspensão das aulas nas escolas da rede pública e privada, além de faculdades e universidades estaduais e privadas, como forma de prevenção.

Mas alguns religiosos seguem incentivando à população com informações falsas sobre a COVID-19. 

Segundo os jornalistas, a fé não deve agir em oposição a ciência. Se isso permanecer, prejudicará o combate ao novo coronavírus. 

“Eu peço que as autoridades determinem a fiscalização das igrejas e templos, disse Emilio Azevedo.

 

Ouça o debate no TamborCast.

Deixe seu comentário: