Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

whatsapp-image-2019-08-13-at-09-18-54
No comando: Inscrição para o debate “Comunicação, democracia e desigualdade social”.

Das 17h às

Flávia Regina
No comando: Jornal da Tambor

Das 11:00 às 12:00

Comunicação – Movimentos sociais criam a Central do Brasil

Compartilhe:
image_processing20200615-12871-w6t3zf

Da Agência Tambor
Por Danielle Louise
17/06/2020

O geógrafo e membro da direção estadual do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Jonas Borges, conversou com Agência Tambor, nesta terça-feira (16), sobre a criação da rede de comunicação dos movimentos sociais, Central do Brasil.

Jonas Borges, em entrevista ao Radiojornal Tambor, enfatizou a importância da comunicação como meio de enfrentamento ao monopólio existente no Brasil. Para ele essa foi uma das maiores falhas da esquerda, enquanto esteve no governo, pois poderia ter extinguido o domínio de oligarquias em veículos de comunicação. 

“Nós precisamos lutar por esse marco legal, precisamos criar instrumentos para que nossa democracia se fortaleça. E um desses instrumentos é a democratização dos meios de comunicação”, disse o ativista. 

Ele explicou que a criação da Central do Brasil tem como meta organização de uma rede de comunicação no país para disputar espaço com esse monopólio existente. 

O nome é inspirado no filme Central do Brasil e, segundo ele, é um meio para o país conhecer sua história, pensar sua história e construir um projeto para os brasileiros. 

“A Central do Brasil é uma rede de comunicação dos movimentos populares com o objetivo de fortalecer a luta do povo brasileiro e veio com a tarefa de defender o Brasil”, declarou Jonas Borges.

Para ouvir a entrevista completa confira nosso TamborCast

Deixe seu comentário: