Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

whatsapp-image-2019-08-13-at-09-18-54
No comando: Inscrição para o debate “Comunicação, democracia e desigualdade social”.

Das 17h às

Flávia Regina
No comando: Jornal da Tambor

Das 11:00 às 12:00

Ciclistas são vítimas de violência em trânsito de São Luís

Compartilhe:
img-20210711-wa0014

Da Agência Tambor 
Por Paulo Vinicius Coelho
16/07/2021

Recentemente, dois ciclistas foram vitimas de acidentes fatais em São Luís. No dia 4, o vigilante Luiz Gonzaga foi atropelado na Avenida Daniel de la Touche. No dia 9, Lélio Martins foi vitimado na Estrada de Ribamar. Nos dois casos, os responsáveis pelos atropelamentos fugiram sem prestar socorro.

Ontem (15/07), o Jornal Tambor conversou com Jaana Pinheiro, articuladora do Pedal das Minas, e Iverton Sá Menezes, ciclista há 25 anos e membro dos grupos Ciclo Bike Team e DBA. O tema da entrevista foi a violência no trânsito em São Luís e a insegurança dos ciclistas.

VEJA ABAIXO A ENTREVISTA

No dia 11 de julho, dia do ciclista, manifestantes realizaram um BicicleAto em homenagem a Luiz Gonzaga e Lélio Martins.

Eles pedalaram da Avenida Litorânea até o Palácio de La Ravardière, sede da prefeitura, onde fizeram a entrega de um abaixo-assinado solicitando a implementação de políticas públicas para garantir a seguranças de ciclistas no trânsito.

Segundo Jaana Pinheiro, as reivindicações se concentram em duas frentes: melhoria da infraestrutura urbana (incluindo o sistema cicloviário) e realização de campanhas educativas por parte da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT) e outros órgãos responsáveis.

As políticas públicas atenderiam os que utilizam a bicicleta como meio de transporte, além do esporte e lazer. Em 2019, uma pesquisa feita pelo Pedal das Minas identificou que, em média, 13.000 pessoas utilizam a bicicleta para se locomover até o trabalho nos horários de pico em São Luís.

Iverton costuma trafegar pelas rodovias estaduais. O ciclista afirmou que já presenciou muitos acidentes, causados sobretudo pelos motoristas que não respeitam os limites de velocidade.

Jaana reforçou que boa parte dos motoristas são ‘’intolerantes e violentos em relação a qualquer veículo que esteja no caminho’’.

Agressões verbais, buzinas para intimidar e desrespeito à distância mínima para ultrapassagem também foram relatados pelos ciclistas.

As mortes de Luiz Gonzaga e Lélio Martins estão sendo investigadas. A família de Lélio já entrou com uma ação judicial contra o responsável pelo acidente. Há suspeita de que o motorista estivesse dirigindo bêbado.

Os familiares de Lélio estão arrecadando recursos para pagar a assessoria jurídica. O irmão do ciclista pediu justiça. No domingo, haverá uma homenagem a Lélio, com ciclistas indo da Estrada de Ribamar até a casa onde ele morava.

Jaana ressaltou que ‘’é possível viver de forma harmoniosa no trânsito independente do veículo que você use’’. Ela fez um apelo para que os motoristas respeitem as leis de trânsito e aconselhou que os ciclistas pedalem em grupo.

Iverton reiterou o pedido de justiça por Luiz Gonzaga e Lélio Martins e cobrou segurança das autoridades de trânsito. ‘’Quantos ciclistas vão precisar morrer para que algo seja feito?’’ questionou.
Veja abaixo, em nosso canal no YouTube, a edição do Jornal Tambor com a entrevista dos ciclistas

https://youtube.com/channel/UCSU9LRdyoH4D3uH2cL8dBuQ

Ouça abaixo a entrevista dos ciclistas, para o Jornal Tambor, pela plataforma Spotify.

Deixe seu comentário: