Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

whatsapp-image-2019-08-13-at-09-18-54
No comando: Inscrição para o debate “Comunicação, democracia e desigualdade social”.

Das 17h às

Flávia Regina
No comando: Jornal da Tambor

Das 11:00 às 12:00

Centrais sindicais defedem serviços públicos

Compartilhe:
unnamed

Da Agência Tambor
Por Danielle Louise
21/03/2020

Após cancelar as manfestações nas ruas em decorrência do novo coronavírus, movimentos sociais e centrais sindicais realizaram barulhaço e protestos nas redes sociais no dia 18 de março.

O professor de música da UFMA, lotado no Colégio Universitário e secretário geral da APRUMA, Micael Carvalho e o graduando em História da Universidade Federal do Maranhão, membro do grupo de pesquisa REHCULT, Rommel Botafogo, participaram do Radiojornal Tambor na quarta-feira (18) para falar sobre o tema.

Eles destacaram que na atual situação mundial, pode-se enfatizar a importância dos serviços públicos do país. São os profissionais do Sistema Único de Saúde que estão se mobilizando para tratar dos doentes pela COVID-19. Hospitais públicos são aqueles que irão atender mais infectados.

De acordo com Micael Carvalho é fundamental que se reconheça a defesa da garantia de direitos à população brasileira.

Uma das principais medidas demandas pelos profissionais do serviço público é a revogação da emenda Constitucional 95 que congela por 20 anos o investimento do governo federal nas áreas sociais do país, como saúde e educação.

Em meio à pandemia do novo coronavírus, será perceptível como o teto de gastos prejudica no combate à doença. “Nesse momento é o serviço público que dá a resposta”, disse Rommeu Botafogo.

Os convidados também ressaltaram que é necessário à defesa a importância do SUS, dos professores, da ciência. O atual presidente da República, Jair Bolsonaro, é contra esses serviços e profissionais tão essenciais aos brasileiros.

“Nesse momento é importante desastabilizar o governo e mostrar suas contradições”, enfarizou Micael Carvalho.

Ouça em nosso TamborCast a entrevista completa.

Deixe seu comentário: